sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Compositor Luiz Melodia morre, aos 66 anos.

-->

Músico lutava contra um câncer na medula. Melodia chegou a fazer um transplante de medula óssea e resistiu ao procedimento, mas não vinha respondendo bem à quimioterapia.

Foto: Mauricio Maranhão/APP - Alliance Photo Press
Melodia era conhecido como uma das grandes vozes da música brasileira, nasceu no dia 7 de janeiro de 1951, o artista que desde cedo teve contato com a  música graças a seu pai, chegou ao sucesso em 1972 quando Gal Costa gravou uma de suas composições mais conhecidas, “Pérola Negra”.  Posteriormente, outra de suas faixas mais conhecidas, “Estácio Holly Estácio”, ganhou interpretação de Maria Bethânia e a partir daí o músico deixou de lado seu nome, Luiz Carlos dos Santos, e passou a se chamar de Luiz Melodia.
Melodia chegou a fazer um transplante de medula óssea e resistiu ao procedimento, mas não vinha respondendo bem à quimioterapia. O compositor foi internado no dia 28 de março no Hospital Quinta D’Or, na Zona Norte, para fazer sessões de quimioterapia no combate a um mieloma múltiplo (tipo de câncer de sangue), diagnosticado meses antes.
Segundo boletim médico divulgado na época pela produção do músico, com o início da quimioterapia, houve uma baixa glicêmica e acidez sanguínea. Por isso, o cantor permaneceu internado no CTI. O câncer voltou e o estado de saúde de Melodia se agravou bastante nesta quinta-feira (3).
“Muito triste acordar com uma notícia dessa. Essa semana morreram grandes. Morreu Guaraci do Violão, da Velha Guarda do Império. 

O Brasil do jeito que está, ainda perder um Luiz Melodia, é uma coisa muito ruim”, lamentou o amigo Zeca Pagodinho.
Melodia deixou um DVD inédito.
 
Luiz Melodia nasceu no Morro do São Carlos, no Estácio, Região Central do Rio. Sua ligação afetiva com o berço foi eternizada por ele em uma de suas mais célebres canções, “Estácio, Holly Estácio”, na qual determinava que “se alguém quer matar-me de amor, que me mate no Estácio”.
O músico nasceu em 7 de janeiro de 1951 no Morro do Estácio, no Rio de Janeiro. Filho único, começou sua caminhada na música após ver seu pai tocando em casa. O menino Luiz Carlos dos Santos cresceu jogando bola na favela e dançando nas rodas com os músicos da escola de samba Estácio de Sá.
Na década de 1980, lançou diversos álbuns e fez apresentações em festivais na França e na Suíça. Em 2003, Luiz Melodia gravou um disco ao vivo com participações especiais de Zeca Pagodinho, Zezé Motta, Luciana Mello entre outros artistas.
Em 2014, Luiz Melodia lançou “Zerima”, seu último disco. O álbum veio após 13 anos sem o artista lançar uma faixa inédita e contou com participação da cantora Céu. 

" A musica brasileira a partir de hoje fica sem dúvida nenhuma, mais pobre com a passagem do grande Melodia "

Por: Mauricio Maranhão/Stock Pictures Maranhão Images



Nenhum comentário: